Compras 4.0 favorecendo a inovação nas empresas

Por Marcio Pereira


É fato que a pandemia do novo coronavírus foi um acelerador da transformação digital nas empresas.


No setor de compras muitas são as tecnologias que estão revolucionando a forma de trabalhar, entre elas estão o big data, analytics, machine learning, business intelligence e cloud computing.


A era das Compras 4.0 já começou, ajudando as empresas a gerar novos insights, levando inovação para produtos e serviços, automatizando rotinas, possibilitando novos modelos de negócio e solucionando antigos problemas.


O momento é decisivo: é preciso olhar para o incrível mundo de possibilidades gerado pelas novas tecnologias e modelos de negócios que causam impactos positivos. É o caso da economia compartilhada que, segundo estimativa da PwC, deve movimentar US$ 335 bilhões mundialmente até 2025.


O modelo econômico que consiste em um estilo de vida colaborativo e no compartilhamento de recursos humanos, físicos ou intelectuais está totalmente alinhado com questões como sustentabilidade e empoderamento de comunidades, além de aproximar pessoas com interesses mútuos.


Uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelou que 89% dos brasileiros que já experimentaram alguma modalidade de consumo colaborativo aprovaram o modelo. As modalidades mais utilizadas foram as caronas (41%), aluguel de casas ou apartamentos para temporadas (38%) e aluguel ou compartilhamento de roupas (33%).


Um oceano azul a ser desbravado


O amadurecimento do setor de compras dentro das organizações precisa estar alinhado com a nova cultura de economia colaborativa que se baseia na sustentabilidade econômica, ambiental e social. Pois por se basear na otimização dos bens já produzidos, esse modelo gera redução de custo para usuários e renda para fornecedores.


A transformação bate à porta e é preciso encará-la. Na área comercial, por exemplo, os softwares de inteligência artificial facilitam a tomada de decisões e automatizam o processo garantindo aquisições mais assertivas e evitando problemas de falta ou excesso de estoque. Esse é o caso da MAI, uma plataforma SaaS (software as a service) de negociação em rede B2B assistida por AI que proporciona negociações em tempo real com inúmeras opções de fornecimento garantindo sempre as melhores condições de compra.


Saiba como a MAI pode contribuir com a transformação digital da sua empresa: faça um teste agora mesmo e seja bem-vindo ao futuro na área de compras!


MAI, unificando e simplificando as negociações b2b!


#Membran-i #InteligenciaArtificial #PlataformaMAI #MAI #EconomiaCompartilhada #Covid_19 #Pandemia #SaaS

47 visualizações