Atualizado: 17 de Abr de 2019


O ambiente de negócios no Brasil vem nos últimos anos passando por momentos desafiadores. As incertezas do cenário político econômico fazem com que as empresas atuem de forma conservadora nas negociações, impactando diretamente os resultados.


Quando as duas forças: comprador e fornecedor estão em um processo de negociação, nem sempre o objetivo é estabelecer o valor justo do produto ou serviço negociado. Em certas ocasiões, o poder de barganha dos grandes players de mercado predomina na negociação, desgastando a relação comercial entre as partes.


Neste contexto, a economia de escala e os ganhos de produtividade, obtidos através da negociação em rede, passam a ser condições estratégicas para compradores e fornecedores, tendo papel fundamental na maximização do desempenho das empresas.


Esta mudança de visão estratégica já pôde ser observada no estudo de mercado e comportamento de usuário, realizado recentemente através da plataforma Mind Miners. Mais de 60% das empresas pesquisadas apontaram a eficiência nos resultados e a praticidade como fatores determinantes na escolha dos canais ou ferramentas de negociação.


Pensando nessa dor de mercado, a Membran-i, empresa de tecnologia que atua no desenvolvimento de soluções comerciais e de supply chain, desenvolveu a MAI, uma plataforma SaaS (software as a service) de negociação b2b em rede assistida por inteligência artificial proprietária.


Uma solução pioneira, inovadora e disruptiva, capaz de estruturar demandas e ofertas de mercado e proporcionar negociações em tempo real com economia de escala e ganhos de produtividade, democratizando as melhores negociações.


A indústria 4.0 chegou!

Vamos juntos surfar esta onda?

#negociacao #ai #inteligenciaartificial#empreendedorismo #b2b #supplychain

27 visualizações0 comentário

Atualizado: 28 de Fev de 2019



Para o pequeno empreendedor competir em condições de igualdade com os grandes players do mercado parece loucura, mas o avanço das novas tecnologias como big data, inteligência artificial, machine learning, entre outras, tem colaborado no equilíbrio dessa relação, fortalecendo todo o ecossistema.


Quando analisamos as negociações numa supply chain, é fácil perceber o poder de barganha das grandes corporações, determinando preço, prazo de pagamento e condições de entrega aos seus fornecedores. Entretanto, observamos nos últimos anos um movimento de associativismo de pequenos empreendedores, praticando a negociação em rede com o objetivo de se tornar atrativo nessa cadeia.


Estudo de mercado e comportamento de usuário, realizado recentemente através da plataforma Mind Miners, apontou que 50% das empresas pesquisadas já negociam em rede, entretanto, não conseguem de associar, em média, com mais de três empresas para realizar uma negociação.


Situações como esta, fazem com que os ganhos de escala: margem, volume e desconto, característicos nesta forma de negociação, não sejam alcançados de maneira satisfatória.


Pensando nessa dor de mercado, a Membran-i, empresa de tecnologia que atua no desenvolvimento de soluções comerciais e de supply chain, desenvolveu a MAI, uma plataforma SaaS (software as a service) de negociação b2b em rede assistida por inteligência artificial proprietária.


Uma solução pioneira, inovadora e disruptiva, capaz de estruturar demandas e ofertas de mercado e proporcionar negociações em tempo real com economia de escala e ganhos de produtividade, democratizando as melhores negociações.


A indústria 4.0 chegou!

Vamos juntos surfar esta onda?

#negociacao #ai #inteligenciaartificial#empreendedorismo #b2b #supplychain

35 visualizações0 comentário

Atualizado: 28 de Fev de 2019



Construir um negócio escalável, superar as metas, operar com estoque baixo e, sobretudo, ser rentável, são os principais objetivos de toda empresa nos dias de hoje. Mas será que para isto, apenas um time de vendas adequado e bem treinado basta?


A tarefa não é tão simples. As adversidades do mercado e o dia a dia nos grandes centros, tornam esses objetivos cada vez mais difíceis de serem alcançados, ao mesmo tempo que a atuação do vendedor, continua sendo, um fator determinante de sucesso no processo de tomada de decisão do cliente.


O time de vendas sempre foi considerado o principal canal de escoamento dos produtos e serviços, entretanto, o mundo vive numa intensa onda de transformação com a chamada 4ª revolução industrial que as empresas precisam ser, cada vez mais, inovadoras e disruptivas na forma de atender os seus clientes.


A velocidade exponencial, característica dessa onda, tem transformado as empresas. Agora, mais tecnológicas, inteligentes e com processos cada vez mais otimizados, conseguem fazer uma maior e melhor leitura das informações dos seus bancos de dados e propor novos modelos de atuação ao seu time de vendas, transformando-o em uma poderosa máquina de comercialização.


De olho nessa onda, a Membran-i, empresa de tecnologia que atua no desenvolvimento de soluções comerciais e de supply chain, desenvolveu a MAI, uma plataforma SaaS (software as a service) de negociação b2b em rede assistida por inteligência artificial própria.


Uma solução pioneira, inovadora e disruptiva, capaz de estruturar demandas de mercado e proporcionar negociações em tempo real com economia de escala e ganhos de produtividade.


Com a MAI, o time de vendas não perde mais tempo atendendo cliente por cliente. A plataforma, atuando de forma ininterrupta e numa jornada 24 x 7, possibilita a análise das demandas e aplicação de infinitas ofertas simultaneamente, no tempo de uma só negociação, proporcionando com isso, volumes de vendas exponenciais.


A indústria 4.0 chegou!

Vamos juntos surfar esta onda?

#negociacao #ai #inteligenciaartificial#empreendedorismo #b2b #supplychain

9 visualizações0 comentário